6 de jan de 2011

Resgatado do Caderno Azul.

#13

Por mais que diga
e repita,
dia após dia,
que esqueço

(escurece,
noite adentro,
madrugada)

: amanheço.

Um comentário:

O Jardim das Ilusões disse...

Salve Labes. Parabéns pelo Blog: profunda respiração no limite da existência. Passa a impressão de que escreves com sangue, com teu próprio sangue; vazado, avermelhando o teclado insinuante da morte, a espreita, sempre a espreita. Para conhecimento e se me deres a honra, colaborações, segue o trabalho que comentei contigo no camping de bombinhas: www.nuteparatodos.wordpress.com

ab's, édio

eu sei da umidade em que tu chafurdas e sei dos monstros que estão sobre a cama na hora em que te deitas eu sei que atrás da  porta res...