4 de out de 2011

Poema só para ela

A ferida de debaixo
do teu queixo,
A ferida de debaixo
dos teus olhos
Já pararam
- tanto tempo -
de sangrar.

Mas o que te sangra
bem aí, bem dentro
(que é grito, dor, amor,
tesão, tormento)
como faço pra
parar de machucar?

2 comentários:

DDA Silveira disse...

Como estava com saudades disso! Lindo. Como sempre.
Beijos

Labes disse...

Dda querida! Que bom que tu ainda visita este espaço. Beijão!

[duns inéditos aí] um carimbo exatamente aqui duas assinaturas de testemunhas três vias que serão analisadas por altos funcionários e co...