25 de mar de 2014

Calmaria

Haverá outra vez sol
depois de tanta tempestade?

Depois de tanto senão
e talvez,
quem sabe a vida se
ajeite numa curva
e se encontre afinal cura
pra tudo que se desfez.

Seja ontem, anteontem:
- Faz uns anos?
- Faz um mês!

Nenhum comentário:

como um menino que sonha com pilhas - substantivo que mal cabe no poema - amarelas e que soltam faíscas que acendam as luzes as engrenagens ...