24 de ago de 2015

terra à vista,
se dizia.

terras de santa cruz,
de pau-brasil,
de brasília.

hoje se sabe
a verdade:

esta terra
não pode ter nome,
a não ser que se chame

terra-que-nunca-foi,
mas ia.

Nenhum comentário:

como um menino que sonha com pilhas - substantivo que mal cabe no poema - amarelas e que soltam faíscas que acendam as luzes as engrenagens ...