19 de fev de 2016

correr o risco de
comprometer a
palavra:

reexistir no
extinto,

redesenhar os
destinos ,

recaminhar a
caminhada.

autorizar o
desatino,

reeditar o
manuscrito:

o poema deveria
exigir silêncio,
mas não cala.

Nenhum comentário:

como um menino que sonha com pilhas - substantivo que mal cabe no poema - amarelas e que soltam faíscas que acendam as luzes as engrenagens ...