23 de mar de 2016

eles perguntam
as horas
os relógios
estão parados.

eles perguntam
pra onde
os mapas
foram queimados.

ouvem vozes
que prometem
que prometem
que prometem

eles perguntam
se é possível
o futuro
repete o passado.

Nenhum comentário:

como um menino que sonha com pilhas - substantivo que mal cabe no poema - amarelas e que soltam faíscas que acendam as luzes as engrenagens ...