23 de mar de 2016

na fotografia
chama atenção
o abraço
dos amputados,

a ciranda dos
paralíticos.

cegos, cegos
correndo
desesperados
tentando
escolher o
melhor lado.

a última piada
nunca costuma
ser a que mais
tem graça.

Nenhum comentário:

como um menino que sonha com pilhas - substantivo que mal cabe no poema - amarelas e que soltam faíscas que acendam as luzes as engrenagens ...