19 de nov de 2016

Essa cidade é tão úmida
que é difícil enxergar
o que está distante,
acostumados que estamos
com o úmido e o opaco.

Até que sopra vento sul.

O apartamento está seco,
a cidade está seca
e a paisagem é tão bonita:

as estrelas e as lâmpadas
disputam quem brilha mais.

Daqui de dentro deste
aquário árido,
penso em como seria
se secássemos:

seríamos nós,
as lâmpadas
e as estrelas
disputando
quem brilha
mais.

Se houvesse vento
capaz de operar tamanho
milagre.

Se sempre ventasse
assim.

Nenhum comentário:

eu sei da umidade em que tu chafurdas e sei dos monstros que estão sobre a cama na hora em que te deitas eu sei que atrás da  porta res...