3 de dez de 2015

o mundo,
não se
podia dizer que
era grande.

tudo acontecia
no bairro:
o vô e a vó,
os tios e as tias,
os primos, as primas
e as tristezas,

tudo acontecia
tão perto.

só era grande
quando a gente
se aventurava
a tomar banho
de rio e tu
me levavas.

"não conta nada
pra mãe".

nunca contava,
mas igual a mãe brigava
- a roupa molhada,
vinícius. a roupa
molhada no varal
era o que nos
delatava.

mas tudo mudou tanto!
mudou e deixamos
os dois de ser
meninos.

mudou e deixamos
de nos aventurar
pelos estradas
de terra com
aquela bicicleta
vermelha e amarela
que não se sabe mais
onde está.

o mundo ficou
tão grande que a
gente nem se
encontra mais.

a roupa no varal,
vinícius.
esquecemos de novo
a roupa no varal.

Nenhum comentário:

(para o Gabriel Cortilho) eles têm aparelhos muito audaciosos muito modernosos eles têm aparelhos e técnicas inovadas eles têm dinheiro têm ...