17 de fev de 2017

alguém vem vindo para perguntar
as horas explicar o funcionamento
das coisas banais da vida alguém
vem vindo contar sobre o início do
início, o início primeiro, alguém vem
vindo contar segredos dos nossos pais
e dos pais deles alguém vem vindo a todo
momento vem vindo e sua sombra
assusta e seu cheiro é forte vem vindo
para queimar livros e publicar manuscritos
vem vindo para acertar no alvo BEM NO MEIO
DO ALVO NA MOSCA NA MAÇÃ DE GUILHERME
TELL vem vindo para nos dizer que não
desesperemos, não mais, respira fundo que
amanhã será de novo e de novo e de novo
e de novo alguém vem vindo acalmar as coisas
mas nunca chega, nunca deixa de chegar.

Nenhum comentário:

fazer do último suspiro vendaval terremoto deste peito inerte chorar vendavais guardados desde a primeira vez que engoli o choro iss...